Total de visualizações de página

Longa Noite de Trevas de 8 Anos Chega ao Fim em Ipanema MG.

Não há mal que sempre dure, nem Perseguição que nunca acabe!


Foram 8 longos anos de trevas , 2920 dias...

Pesquisar este blog

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Zito Vieira : Agronegócio ou Meio Ambiente? - Notícias de Minas Gerais - Portal Vermelho


A importância crescente do agronegócio na economia brasileira acentua cada vez mais o debate entre o Meio Ambiente e o Agronegócio ou entre Produção e Preservação. De fato, o atual modelo de agronegócio visto na exportação de commodities tem sido questionado em relação aos impactos ambientais e sociais gerados. Essas conseqüências precisam ser equacionadas nos custos de produção com mais investimentos tecnológicos e nos cenários inevitáveis de expansão desses setores.

Pedro Leão

Zito em debate realizado neste mês
As estatísticas revelam crescimento na produção agrícola e aumento populacional em escala mundial. Pensando nisso, não podemos frear ou mesmo paralisar o processo de industrialização. Isso acarretaria desemprego e sérios problemas sociais. O agronegócio é uma atividade que gera milhões de empregos, riquezas e colabora para a grandeza do país.

Para se ter uma idéia, pesquisa feita pelo IBGE, há cerca de dois anos, mostrou que os estabelecimentos agropecuários empregam quase 20% dos trabalhadores do Brasil, com mais de 16,5 milhões de pessoas ocupadas – incluindo produtores e trabalhadores temporários ou permanentes. O Brasil se transformou, nos últimos tempos, no maior exportador mundial de soja, de carne bovina e de aves, liderança que o país já tinha conquistado nas culturas do café, açúcar e na celulose.

O futuro do agronegócio brasileiro busca utilizar de técnicas modernas, limpas e eficazes. Os cultivos da agricultura exercem papel ecológico importante dentro do ecossistema. O programa de micro bacias, por exemplo, mudou o sentido simplesmente extrativista, e permite a recuperação produtiva do solo. Além do mais, a função ecológica da agricultura pode ser vista no sistema de plantio direto, que atualmente representa 75% das plantações brasileiras, e também nas lavouras de soja, que retêm o dióxido de carbono assim como nas coberturas florestais.

Desenvolvimento e meio ambiente devem andar juntos, de mãos dadas. Ao mesmo tempo, a população precisa ser informada sobre a atividade do agronegócio, que produz alimentos sendo parte insubstituível na segurança alimentar numa população que cresce cada vez mais.. Diante disso, faz-se necessário despertar nas pessoas uma conscientização, buscando soluções para minimizar os efeitos advindos desse processo. Controlar causas não significa um retrocesso na evolução econômica e tecnológica, pelo contrário, é um avanço no que tange às medidas de proteção do meio ambiente.

Portanto, não pode haver contradição entre a produção e a preservação. A defesa do meio ambiente tornou-se imprescindível na agricultura brasileira, já que a melhora na qualidade dos produtos e o aumento da fertilidade passam, impreterivelmente, por cuidar do meio ambiente, que é o conceito básico de sustentabilidade. Finalmente, é preciso superar o estigma de que agronegócio é sinônimo de agrotóxico essa é uma visão pequena e não contribui na busca do justo equilíbrio no setor. Política essa que os principais economias do planeta não implementaram. Nossas regras na busca de um Novo Programa Nacional de Desenvolvimento terão que ser genuinamente nacionais.


Zito Vieira é sociologo, vice presidente regional do PCdoB e presidente da Fundação Mauricio Grabois.


Fonte: Vermelho
********************************************************** ***********************************************************

http://ipanemamg.blogspot.com/2011/03/veja-fotos-da-praca-monsenhor-antonio.html

IPANEMA MG

TERMINAL RODOVIÁRIO DE IPANEMA - MG

Mural de Recados